terça-feira, 19 de setembro de 2017

Primeira Namorada, por Claudio Domingos Fernandes

Minha primeira namorada foi um misto de minha irmã, Claudia Ohana – a encontrei numa mala que tio mantinha sobre o guarda-roupa, e Anna Helisa, do 6◦ ano. Foi num fim de noite de verão, um sábado, que ela me surgiu. Eu assistia ao Viva a Noite com o Gugu Liberato. Num correr da câmera pelo auditório, ela me sorriu, acenou-me, mandou-me um beijo. Senti-me ereto, úmido, sem jeito – tia e prima dividiam o sofá comigo. Encolhi-me abraçado à almofada. Fomos dormir. No meio da noite acordei transpirando, ofegante, sedento. Ao meu canto ela ascendia um cigarro, tragou-o e soltou a fumaça em meu rosto. Beijou-me um beijo longo. Senti um suave hálito de menta, misturado a lavanda. Passamos a nos ver com freqüência nos fins de tarde depois da escola. Caminhávamos pela orla, assistíamos ao por do sol da Pedra do padre. À noitinha, ela se deitava ao mesmo lado e me carinhava até o sono me alcançar. As pessoas diziam-me eu ser uma pessoa estranha, taciturna, alienada. Num fim de tarde, um domingo, voltávamos da capital, ela me disse adeus. Acompanhei-a perder-se de vista à medida que o ônibus seguia seu destino. Esta semana, em um sebo, folheava a mesma Playboy que tio mantinha em sua mala sobre o guarda-roupa. Tive a impressão de estar sendo vigiado. Um misto de menta e lavanda preencheu o ar. Tomando o rumo do metrô a vi cruzando a faixa de pedestre, quis acompanhar seus passos. Ela se perdeu na multidão. Tirando as chaves do bolso para abrir a porta, veio junto um bilhete: “Rua dos Marines, 68, sábado 18h”. Tomo um conhaque, os comprimidos, procuro dormir. “Não pude esperar até sábado”, sorri-me...

Claudio Domingos Fernandes


---
Formado em Filosofia (Licenciatura), casado, dois filhos, trabalha na Secretaria de Educação de São Paulo, leciona Filosofia no Ensino Médio. Coordena Oficinas Culturais na Associação Cultural Opereta, onde ensina Italiano. É membro do conselho do Instituto de Formação Augusto Boal. É membro fundador da Associação Cultural Rastilho (A.CURA). Lançou "Vácuos Mundi" e "O Todo em Fragmentos". E-mail: cdomimgosfernandes@uol.com.br


---
Balcão da Arte 
E-mail: balcaoarte@gmail.com / Facebook: Balcão da Arte / Comunidade no Facebook:  Balcão da Arte / Google Plus: Balcão da Arte / Comunidade no Google Plus: Balcão da Arte / Twitter: @balcaodarte / Instangram: balcaodarte

Nenhum comentário:

Postar um comentário