sábado, 3 de setembro de 2016

Poesia: Vida Tranquila, por Magno Oliveira



Do dia
Fiquei com a alegria
A tristeza não guardei
Saudades tenho da mulher que amei
O estresse ficou lá fora
Em casa vou sorrir
Vou ser feliz agora
Ao trabalho me dedicar
Os amigos, a família vou amar.
Poesia, esporte, sonhos, minha vida
Continuar.
Não desanimar
Quando um problema aparecer
É a saída.
Podemos tentar, basta você querer.
Na laranjeira, as laranjas estão maduras
Na horta estão boas as verduras
O almoço está na mesa.
Vida tranquila eu quero,
Vida tranquila, mas em movimento eu espero.
Tenho amigos, hoje e talvez amanhã
Só não me deixem sem balas de hortelã
E para terminar
Quero te dizer
À noite eu queria te ver
Pena toda noite vai acabar.


Magno Oliveira

---
Nascido em Santa Isabel, interior paulista, no ano de 1992. É estudante de jornalismo, administra 3 blogs: Folhetim Cultural, Folhetim Esportivo e Poeta Magno Oliveira. Já teve poesias publicadas em jornais, revistas digitais, sites e blogs. Em 2012 poesia Heroico Sorriso foi publicada num livro. Facebook: Magno Oliveira.

---
Balcão da Arte 
E-mail: balcaoarte@gmail.com / Facebook: Balcão da Arte / Comunidade no Facebook:  Balcão da Arte / Google Plus: Balcão da Arte / Comunidade no Google Plus: Balcão da Arte / Twitter: @balcaodarte / Instangram: balcaodarte

Nenhum comentário:

Postar um comentário