quinta-feira, 30 de julho de 2015

Opereta 21 anos, por Claudio Domingos Fernandes


Hoje, a menina dos nossos olhos faz 21 anos. Feliz Ano Novo!!!


OPERETA 21 ANOS
O ser humano é um ser de realizações materiais, intelectuais, espirituais. À cultura confluem e se cristalizam todas as atividades humanas, tanto as especulativas quanto as práticas constituindo um caleidoscópio de manifestações e realizações que constituem o mundo. Ao centro de toda ação humana incrusta-se a formação do ser humano pleno, autônomo, solidário. Eis, pois, a tarefa da CULTURA. Por isso, a Cultura não lida apenas com as manifestações artísticas, mas com todos os valores da sociedade humana. Promover a sociedade em seu conjunto, promovendo o indivíduo é a razão de ser da CULTURA. Ela deve forjar o humano em todas as suas dimensões. 

De tal modo, o projeto cultural de um povo, suas prioridades, valores, modelo de pessoa que se quer formar é definido coletivamente por toda a sociedade. Suas opções, suas necessidades básicas, seus anseios mais sublimes, delineiam seu caráter e sua identidade. É a sociedade em seu conjunto que deve ditar os rumos da cultura. 

O Estado é o mais elevado produto cultural de uma sociedade. E, enquanto expressão da sociedade e a serviço da sociedade, não pode eximir-se de suas atribuições. Cabe ao Estado incentivar a produção cultural, criando espaços, para a criação, produção e circulação de bens e serviços culturais; preservar e resgatar patrimônios e documentos históricos; fomentar iniciativas artísticas, formativas, e de pesquisa que evidenciem as características próprias de uma coletividade; facilitar o acesso universal às produções e manifestações culturais, incrementar e preservar manifestações culturais próprias de seu povo, etc. Ressaltamos, o Estado está a serviço da sociedade, não o contrário. A ele cabe propiciar os meios para a realização do humano pleno e solidário. 

Criada pelo GRUPO DE ARTE TERRA NOVA e pelo Grupo TEATRAL OPERETA a ASSOCIAÇÃO CULTURAL OPERETA está completando 21 anos de fundação. E desde suas primeiras atividades acredita que cabe ao Estado fomentar a CULTURA, mas é papel da sociedade formar o humano autônomo, capaz de se auto-assumir, assumindo seu caráter social, e daí assumindo seu papel no destino da humanidade, intervindo solidariamente na construção de uma sociedade justa e fraterna. E desde suas primeiras atividades, A ASSOCIAÇÃO CULTURAL OPERETA tem focado suas ações em três eixos: prestar um serviço de formação cultural como mecanismo de fortalecimento comunitário, promovendo cursos e oficinas de interesse sócio-educativo; auxiliar na formação formal, contribuindo para o enriquecimento cultural de jovens e adolescentes; promover eventos que proporcionem contato da população em geral com as mais diversas formas de produção artísticas e culturais. Destes propósitos, resultam projetos como o FACES DA ARTE, o RECRIAR CRIANDO, o LADRILHAR, o ENCANTANDO, o MÃOS À OBRA e, sobremodo, o projeto PASSOS DA PAIXÃO.

Sabemos o quanto distante estamos dos ideais que nos impulsionaram e que nos mantêm na caminhada. Enfrentamos dia-a-dia os conflitos que nossa realidade nos impõe: somos poucos, somos limitados, temos parcos recursos e, às vezes pensamos não avançar, nossas atividades parecem inócuas. A barbárie parece avolumar-se. O Estado parece entregue à mesquinhez dos soberbos. O individualismo exacerbado parece ser a tônica do agir humano. É contra esta perspectiva insana que nascemos e lutamos há 21 anos. 

Ao longo destes anos, muitos amigos abraçaram nosso sonho e, direta e indiretamente, compõe conosco a ASSOCIAÇÃO CULTURAL OPERETA e contribuem para juntos realizarmos a Poá que queremos; o mundo que todos desejamos: JUSTO, FRATERNO, SOLIDÁRIO. Assim, contra toda adversidade, continuamos nossa jornada cultivando o conhecimento partilhado, o fazer coletivo para a coletividade, suscitando o olhar, a sensibilidade, o estranhamento que movem as pessoas a olharem para si, para o outro, para o mundo e a acreditar que a Poá, o Mundo que sonhamos é possível. Espaço de Cultura a serviço de Poá e do Mundo. 

Gostaria muito de terminar dizendo: PARABÉNS OPERETA. No entanto prefiro concretizar exortando: Avante OPERETA, a jornada apenas começou!

Claudio Domingos Fernandes (fundador)


---
Claudio Domingos Fernandes
Formado em Filosofia (Licenciatura), casado, dois filhos, trabalha na Secretaria de Educação de São Paulo, leciona Filosofia no Ensino Médio. Coordena Oficinas Culturais na Associação Cultural Opereta, onde ensina Italiano. É membro do conselho do Instituto de Formação Augusto Boal. É membro fundador da Associação Cultural Rastilho (A.CURA). Lançou "Vácuos Mundi" e "O Todo em Fragmentos". E-mail: cdomimgosfernandes@uol.com.br




---
Associação Cultural Opereta
Endereço: Rua Dr. Emílio Ribas,  168 - Vila Sopreter - Poá / Telefone: 11 4638-2700 / Blog: acopereta.blogspot.com / E-mail: acopereta@gmail.com / Facebook: Associação Cultural Opereta / Comunidade no Facebook: Associação Cultural Opereta Google Plus: Associação Cultural Opereta Comunidade no Google Plus: Associação Cultural Opereta Canal Youtube: acopereta / Twitter: @acopereta

 

---
Balcão da Arte 
E-mail: balcaoarte@gmail.com / Facebook: Balcão da Arte / Comunidade no Facebook:  Balcão da Arte / Google Plus: Balcão da Arte / Comunidade no Google Plus: Balcão da Arte / Twitter: @balcaodarte / Instangram: balcaodarte

Nenhum comentário:

Postar um comentário