segunda-feira, 31 de março de 2014

Como as coisas funcionam! (ou não!), por Claudio Domingos Fernandes

Às seis horas da manhã, liguei a rádio e o jornalista dava conta que MMM fora assassinado por não ter entregue o par de tênis! Às dez da manhã alguém notou que, em uma das fotos postada em um site, MMM estava de tênis. Então comentou-se que MMM fora assassinado porque era negro. Às quatorze horas a polícia prendeu NNN suspeito de matar MMM, e começou-se, no Face, uma campanha pela pena de morte. Às quinze horas descobriu-se que MMM não era negro, mas homossexual e que NNN, que apareceu morto na cela, não tinha nada que ver com o assassinato de MMM. Às dezoito hora um deputado pediu uma CPI, pois havia indícios de crime político: MMM tinha documentos probatórios contra alguém em exercício. Às dezenove horas manifestantes foram à rua a favor e contra coisas que ouviram dizer, mas não tinham certeza. Às vinte horas o senador XXX renunciou ao mandato. Às vinte e três horas MMM negou que era homossexual e lobista e confirmou ter passado um dia agradável em Miami à companhia de CCC. Às vinte e três horas e quarenta e cinco minutos eu cochilava diante da Tv. Alguém tentava explicar as oscilações da bolsa devido a queda na venda de uma determinada marca de tênis. Às vinte três horas e cinquenta e nove minutos MMM pulou, falido, do terraço do gabinete presidencial. Mas, amanhã, tal fato não estará nos noticiários: CCC é capa da VEJA como empresário do ano.


---
Formado em Filosofia (Licenciatura), casado, dois filhos, trabalha na Secretaria de Educação de São Paulo, leciona Filosofia no Ensino Médio. Coordena Oficinas Culturais na Associação Cultural Opereta, onde ensina Italiano. É membro do conselho do Instituto de Formação Augusto Boal. É membro fundador da Associação Cultural Rastilho (A.CURA). Lançou VACUOS MUNDI. E-mail:cdomimgosfernandes@uol.com.br


---
Balcão da Arte 
E-mail: balcaoarte@gmail.com / Facebook: Balcão da Arte / Comunidade no Facebook:  Balcão da Arte / Google Plus: Balcão da Arte / Comunidade no Google Plus: Balcão da Arte / Twitter: @balcaodarte

Nenhum comentário:

Postar um comentário